Você está aqui

câmara

Pastor João Campos lança candidatura à presidência da Câmara

Enviado por PerfeitoLouvor em sex, 23/11/2018 - 09:53

Desde que Jair Bolsonaro foi declarado presidente eleito, a movimentação política é intensa em Brasília com vistas à nova configuração não só dos ministérios, mas também no equilíbrio de forças no Congresso.

Pastor João Campos lança candidatura à presidência da Câmara

Enviado por PerfeitoLouvor em sex, 23/11/2018 - 09:53

Desde que Jair Bolsonaro foi declarado presidente eleito, a movimentação política é intensa em Brasília com vistas à nova configuração não só dos ministérios, mas também no equilíbrio de forças no Congresso.

‘60% dos deputados vão votar pelo impeachment’, diz Datafolha

Enviado por PerfeitoLouvor em sab, 09/04/2016 - 11:00

Pesquisa Datafolha, publicada nesta sexta-feira (8) no jornal ‘Folha de S. Paulo’, revela que 60% dos deputados federais entrevistados dizem que vão votar a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. A votação está prevista para o próximo dia 17 de abril. Ao projetar este percentual da pesquisa sobre os 513 votantes, o impeachment teria 308 votos, 34 a menos dos 342 necessários para que a ação seja submetida ao Senado.

Sóstenes Cavalcante é um dos únicos deputados sem faltas na Câmara

Enviado por PerfeitoLouvor em qua, 13/01/2016 - 09:52

A Câmara dos Deputados tem 513 integrantes, mas apenas 19 (3,7%) participaram de todos os 125 dias em que ocorreram votações. Destes, 11 são “calouros”, ou seja, estão no primeiro mandato. Os dados fazem parte de um levantamento do site Congresso em Foco, baseado nos registros oficiais da Câmara.

Câmara de Goiânia nega título de cidadão a Marco Feliciano

Enviado por PerfeitoLouvor em ter, 22/12/2015 - 10:20

A Câmara Municipal de Goiânia rejeitou o pedido do vereador Divino Rodrigues (Pros) de homenagear o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) com o título de cidadão goiano.

A proposta foi apresentada em setembro e votada na última quinta-feira (17), quando os vereadores decidiram por não homenageá-lo. Foram 18 votos a favor e cinco contrários, para entregar o título de cidadania da cidade a uma personalidade é preciso ter 24 votos.

Ao votar contra, o vereador Djalma Araújo (Rede) disse que Feliciano não pode ser homenageado por ser contra os direitos humanos.