Você está aqui

O que é um Perfeito Louvor?

Abas primárias

Enviado por PerfeitoLouvor em sex, 24/05/2013 - 23:39

"Eu te louvarei, SENHOR, de todo o meu coração; contarei todas
as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e saltarei de prazer;
cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo." Sl 9.1-2

A passagem da palavra acima deixa claro que devemos dar louvores a nosso Deus de todo o coração, desfrutando da alegria
e do prazer em louvar e adorar ao senhor
em Espírito e verdade.

Quando cantarmos, devemos somente cantar louvores a o nome do nosso Senhor que é o dono de toda honra e toda glória, e nos
afastarmos da aparência do mal, ou seja,
músicas mundanas que nada nos tem a acrescentar.

Existem muitas pessoas que louvam e adoram ao nome do Senhor, mas apenas da boca para fora, não tem o real encontro com
a glória do senhor enquanto exaltam o nome
daquele que é digno, ou seja, não conhecem um perfeito louvor a Deus.

Diante da passagem acima, podemos concluir que "um perfeito louvor a Deus" é, simplesmente nos entregarmos de corpo e alma
ao louvor, quebrantando nosso coração,
ficando em comunhão para entrarmos na Glória celeste em Espírito, para que assim possamos nos alegrar e sentir verdadeiramente
a presença de Deus nas nossas vidas.
E, ainda, podemos dizer que um perfeito louvor é aquele que sai do coração, coração quebrantado pelo poder de Deus.

Podemos oferecer um perfeito louvor a Deus de diversas maneiras:

1º "O louvor é algo fundamental na adoração coletiva prestada pelo povo de Deus" (Sl 100.4).

2º "Tanto na adoração coletiva como noutros casos, uma maneira
de louvar a Deus é cantar salmos, hinos e cânticos espirituais"
Sl (96.1-4; Sl 147.1; Ef 5.19-20; Cl 3.16-17).

"O cântico de louvor pode ser com a mente (i.e., em idiomas humanos conhecidos) ou
com o espírito (i.e., em línguas; 1Co 14.14-16, ver 14.15)."

3º "O louvor mediante instrumentos musicais. Neste particular
Com instrumentos variados, de sopro, como chifre de
carneiro e trombetas (1Cr 15.28; Sl 150.3), flauta (1Sm 10.5;
Sl 150.4); instrumentos de cordas, como harpa e lira (1Cr
13.8; Sl 149.3; 150.3), e instrumentos de percussão, como
tamborins e címbalos (Êx 15.20; Sl 150.4-5)."

4º "Podemos, também, louvar a Deus, ao falar ao nosso próximo
das maravilhas de Deus para conosco, pessoalmente. Davi, por
exemplo, depois da experiência do perdão divino, estava
ansioso para relatar aos outros, o que o Senhor fizera por ele
Sl (51.12-13, 15).

Outros escritores bíblicos nos exortam a declarar a glória e
louvor de Deus, na congregação do seu povo (Sl 22.22-25; Sl 111.1;
Hb 2.12) e entre as nações (18.49; 96.3,4; Is 42.10-12). Pedro
conclama o povo de Deus "para que anuncieis as virtudes
daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz"
(1Pe 2.9). Noutras palavras, a obra missionária é um meio de
louvar a Deus."

5º "Finalmente, o crente que vive a sua vida para a glória de
Deus está a louvar ao Senhor. Jesus nos relembra que quando o
crente faz brilhar a sua luz, o povo vê as suas boas obras e
glorifica e louva a Deus (Mt 5.16; Jo 15.8). De modo
semelhante, Paulo também mostra que uma vida cheia de frutos
da justiça louva a Deus (Fp 1.11)."

Por tanto meus irmãos em Cristo Jesus, que o nosso louvor seja puro, que venha diretamente do nosso coração através de nossa
alma, indo direto para o trono do pai,
pois assim teremos "um perfeito louvor". E que não louvemos somente nas horas de alegria, de fartura e sim nas horas de
lutas, tribulações e sofrimento, pois é rendendo
Glórias a Deus que passamos pela prova.

Louvemos e adoremos o Santo nome do nosso Senhor a todo tempo.