Você está aqui

Ciro Gomes é condenado por chamar vereador de “capitãozinho do mato”

Abas primárias

Enviado por PerfeitoLouvor em seg, 25/02/2019 - 09:35

O candidato derrotado à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar uma indenização de R$ 38 mil ao vereador de São Paulo Fernando Holiday (DEM), por tê-lo chamado de “capitãozinho do mato” durante uma entrevista.

“Imagina, esse Fernando Holiday aqui. O capitãozinho do mato, porque é a pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão do mato do passado”, declarou Ciro Gomes em entrevista à Rádio Jovem Pan em junho de 2018.

Ciro respondia à pergunta da jornalista sobre uma possível aliança entre o PDT e o DEM, e o candidato à Presidência respondeu atacando o vereador, que é negro.

Na decisão, o juiz Domicio Whately Pacheco e Silva entendeu que houve discriminação racial e ainda o intuito de ofender a honra do vereador.

“Além da discriminação racial, o intuito de ofender a honra do autor afigura-se ainda mais claro pela utilização do diminutivo: ‘capitãozinho'”, declarou o magistrado.

O juiz anotou na sentença o fato de Ciro Gomes estar, na época, como pré-candidato à Presidência, “o que torna ainda mais nefasta sua conduta”, e declarou também que o valor estipulado de indenização não causará a ruína do político diante do valor de patrimônio declarado por ele ao Tribunal Superior Eleitoral.

Fonte: Gospel Prime