Você está aqui

Trump “defende a fé cristã”, apesar de suas falhas, diz Franklin Graham

Abas primárias

Enviado por PerfeitoLouvor em qui, 29/11/2018 - 09:57

Franklin Graham, presidente da Associação Evangelística Billy Graham, um dos ministérios mais respeitados do mundo, apoia Donald Trump publicamente desde a campanha presidencial, em 2016. Em diversos momentos ele foi cobrado por este apoio, em especial quando o presidente toma decisões consideradas “anticristãs”.

Em uma entrevista esta semana ao canal HBO, o evangelista falou sobre vários temas, incluindo o presidente Trump. “Algumas pessoas me dizem ‘Frank, como você pode defendê-lo, quando ele viveu uma vida tão sórdida?’. Bem, eu nunca disse que ele era o um exemplo perfeito de fé cristã”, disse Graham. “Mas ele defende a fé. E eu aprecio muito isso”.
Para o sucessor de Billy Graham, que muitas vezes atuou como conselheiro de presidentes, as pessoas ignoram o aspecto pessoal, só olham para a figura pública. “Trump admitiu suas falhas e pediu desculpas à esposa e à filha por coisas que ele fez e disse no passado. Ele sabe que vai prestar contas diante de Deus por essas coisas.”

Graham destacou que existem seguidas reuniões de oração na Casa Branca, com a presença de diferentes pastores. Porém, não concorda com as acusações de que os líderes evangélicos estão muito associados com questões políticas.

“Vou apoiar os políticos que apoiam os valores da fé cristã, sejam eles do partido que forem”, continuou. “São os políticos que vão garantir minha liberdade de culto. Eu agradeço a Deus que o presidente nomeou agora dois juízes conservadores que vão defender a liberdade religiosa, digo amém a isso.”
Cuidado no apoio

Julie Roys, autora cristã conservadora e apresentadora do programa de rádio “Up For Debate”, manifestou-se sobre os comentários de Graham, dizendo que é preciso ser cuidadoso na defesa irrestrita de Trump.

“Como Graham, eu admiro que Donald Trump defenda os cristãos e a liberdade religiosa”, escreveu Roys em sua página oficial no Facebook. “Trump tem sido um fiel defensor de políticas caras aos evangélicos e por isso, eu sou grata.”

Mesmo assim, disse ela, “discordo que o tratamento de Trump em relação às mulheres é passado simplesmente porque ele pediu desculpas a sua esposa e filhos. Ele pediu desculpas às mulheres que abusou e tentou consertar as coisas?”.

Conforme Roys, “nós, evangélicos, devemos elogiar nosso presidente pelo que ele faz de certo, mas não deixar de cobrá-lo quando fizer algo errado”.

“Acho que manteríamos muito mais credibilidade com o público se fizéssemos isso. Além disso, acho que é o que Jesus faria. Não consigo ver que Ele daria apoio irrestrito a qualquer político”, encerrou.

Fonte: Gospel Prime