Você está aqui

Islâmicos buscam transformar local profético para judeus em mesquita

Abas primárias

Enviado por PerfeitoLouvor em sex, 01/03/2019 - 10:29

Na última semana, intensificaram-se os conflitos entre muçulmanos e as autoridades israelenses junto à Porta Dourada, no Monte do Templo.

O local, também chamado de Portão Dourado e Portão da Vida Eterna é visto por muitos judeus como “profético”. Por ali, diz a tradição baseada em Ezequiel 43 e Zacarias 9, o Messias entraria.

O Portão atual fica no mesmo local em Jerusalém onde Jesus atravessou durante a “entrada triunfal” [cf. Mt 21 e Jo 12]. Fechado desde a Idade Média, é um dos oito portões da muralha que cerca a Cidade Velha de Jerusalém.

Agora, palestinos tentam fazer com que seja construída ali uma nova mesquita. Seria a quinta no alto do Monte do Templo. Desde a última sexta-feira (22) ocorreram manifestações violentas e a polícia interviu.

Sessenta muçulmanos foram presos, incluindo dois representantes do Waqf islâmico, organização jordaniana que administra os locais sagrados do Islã.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu determinou que fossem proibidas orações no local.

Ismail Haniyeh, líder do Hamas, chegou a convocar um marcha dos palestinos e islâmicos “fiéis” até o portão.

Fonte: Gospel Prime